quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Comunidade virtual

UFBA- Universidade Federal da Bahia
FACED - Faculdade de Educação
CURSO - Licenciatura em Pedagogia
CICLO - Um 2008. 2
PREFEITURA MUNICIPAL DE IRECÊ




Comunidade virtual é construída sobre as afinidades de interesses de envolvimento, sobre projectos mútuos em processos de cooperação ou de troca, tudo isso independentemente das proximidades geográficas e das filiações institucionais; as comunidades virtuais exploram novas formas de opiniões públicas.
Segundo FLORESTAN, ele considera comunidade como uma cidade em bairro que a comunidade se estabelece como um sistema vivo. Realmente é um canal aberto para a interacção e troca dos mesmos interesses no qual promovem aprendizagem dos seus membros diante do processo social que se desenvolve na comunicação com os outros .

12 comentários:

Nandy disse...

É isso ai colega, eu acrescento que as comunidades virtuais é também um espaço aberto constantemente através de meios de comunicação a distancia, miminizando as dificuldades relacionas a tempo espaço.Promovendo o compartilhamento de informação e a criação de conhecimento coletivo.

PAULA FRAN disse...

Josy!
Realmente a comunidade virtual nos traz meios de comunicação digital entre grupos de pessoas com os mesmos interesses e trocas de experiências.
Fazendo assim uma rede virtual transformadora de um ambiente de estudo.Discuntindo,refletindo e compatilhando seus conhecimentos de forma mútua, gerando relações sociais entre os membros.
Paula

Gleivia disse...

Josy,

Realmente as comunidades é uma forma de interação virtual grandiosa, as aproximações ocorrem devido as afinidades e assim vai se formando uma gande teia interligados todos com o mesmo objetivos.

Sule disse...

Oi Josielma!
Você apanas trouxe os autores sem as devidas citaçoes. O primeiro paragrafo o conceito de comunidadade que vocÊ apresenta é de Paulo dias, então cite-o corretamente? O asegundo parágrafo você traz Florestan, você fez l=eituras desse autor? Se não fez, tem que fazer as citações coreetas. Colocamos um resumo das normas da ABNT no moodle, para ajudá-los quanto a isso.
Não consegui ver o que pensa e o que entendeu a josielma!
Precisa articuylar seu entendimento com os autores. Naão queremos cópias dos textos, queremos refelexão própria! Articulada com os autores, percebe???
Traga pontos comuns dos textos que foram segeridos para leitura que abarca a discussão de comunidades virtuais.Se posicione mais...escreva mais...Deixe as idéias fluirem livremente1 Não tenha medo de se colocar, não precisa economias de palavras1 Aqui é o lugar de expor efeticvamente seus estudos e reflexão!
Vamso lá! Trabalahr mais sobre isso!
Bjinhos
Sule

Consuelia disse...

Josy!
As comunidades virtuais vêm se alargando na sociedade no qual nos sentimos obrigados a estar dentro desse universo tão complexo, mas que esta nos trazendo tantas contribuições para o nosso curso de formação. Você concorda?

Marisete disse...

É isso colega, as comunidades virtuais nos dão condições para que os membros possam trocar informações e experiências.O crescimento dessa rede de comunicação vem sendo bastante favorável a sociedade moderna a cada dia que se passa as novas tecnologias vem ganhando mais espaço nas nossas vidas.

cau disse...

As comunidades virtuais permite que seus membros compartilhem suas opiniões, estabelecendo assim um espaço de trocas.

GIL disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
GIL disse...

Oi Jôsy,

Também vejo as comunidades virtuais assim: explorando novas formas de opiniões públicas, pois as tecnologias da informaçõa e da comunicação possibilita a conexão mundial via redes de computadores, promovendo à sociedade uma organização social dentro de uma formação de comunidades vituais onde envolve um grande números de pessoas com interesses comuns. Sendo, asssim, as comunidades virtuais vem abordando uma estratégia do indivíduo inserido numa sociedade em rede, de se fazer reconhecer por meio de uma ou várias identidades, baseando numa escolha pessoal. Bom colega já que você usa as palavras de FLORESTAN para dizer que comunidade é como uma cidade em bairro eu também trago um pensamento bem forte sobre comunidades virtuais: "A Internet é o coração de um novo paradigma sociotécnico, que constitui na realidade a base material de nossas vidas e de nossas formas de relação, de trabalho e de comunicação. O que a Internet faz é processar a virtualidade e transformá-la em nossa realidade, constituindo a sociedade em rede, que é a sociedade em que vivemos". (CASTELLS, 2003b, p. 287).

É isso aí colega!!!

euma disse...

Isso mesmo Jó esta finalidade de intesesses possibilita um maior conhecimento do que cada um sabe. Até aqueles que nunca tiveram contato com a maquina começaram a mostrar seus conhecimentos e dar um show de ousadia diante da mesma.

Euma

Nubia Barbosa disse...

Muito bem colega Jôsy, as comunidades virtuais tem suas afinidades e interesses e também tem o seu processo de troca de conhecimentos e experiências, o melhor é que tudo isso acontece independentemente da ditância que estejam seus participantes.Um beijo de sua colega Núbia Barbosa.

Sule disse...

Oi Josy! Tudo bem???
Como prometemos, estamos voltando aos blogs para acompanhar o processo de vocês novamente, e então, me deparo no teu blog com os mesmos pontos já apontados na última postagem que eu fiz!
Querida! Quero muito que compreenda que esse processo, de apontarmos onde precisam melhorar, faz parte do processo de aprendizagem de vocês... Isso não é apenas para constar, e sim, que temos "juntas' responsabilidade com a formação...
Fica complicado enquanto Professoras, perceber teus estudos se na reflexão que solicitamos, não encontramos o entendimento da Joelma e sim, apenas as falas dos autores... Compreenda a necessidade de começar a articular teus estudos com tuas reflexões, pois esse processo tanto na atividade Oficina de computação quanto nas outras atividades, tem como finalidade incentivar professores produtores, autores e co-autores de conhecimento e cultura. E os textos que indicamos para leituras não estão imerso no contexto de formação de vocês apenas para ser "mais um no meio da multidão", ou para trzer os textos sem articular com teu entendimento...
Vamos em frente.. Ainda temos muita água para rolar, para trocar e aprender...
Bjinhos
Sule